04/02/2017

Hoje resolvi falar dos meus defeitos para você

Defeitos todos nós temos, mesmo no amor 

Defeitos-com-o-tempo
Hoje resolvi falar dos meus defeitos para você, sim, isso mesmo
Por você talvez ainda não ter prestado muito atenção nos meus detalhes
Perdoa-me se não disse antes, 
mas como poderia de uma só vez você suportar todos os meus defeitos
Contudo, um acredito que você deva já ter percebido, 
que é o de amar demais...demais mesmo 
Com direito a todos os carinhos, desejos e pensamentos
Sei que durante esse tempo todo você descobriu um pouco 
Como sou ciumento, implicante e irritante... 
Mas tudo para de alguma forma chamar a sua atenção 
Faço também muitas maluquices 
Por querer que eu esteja na sua mente, no seu coração 
É certo também que não tenho grandes habilidades para isso 
Sabe, no fundo acho até bom que ainda não tenha percebido 
Todos esses meus defeitos 
Ah! Já estava até esquecendo mais um 
O da impaciência, pois é mais um defeito meu 
Quando fico querendo estar perto de você e não posso
Então devo contar logo para você 
Esse me deixa ansioso igual a uma criança com um brinquedo na mão
Louca para fazer ele funcionar procurando onde liga, onde fica a pilha 
E quando não acha nada, joga no chão de malcriação
Não precisa ter medo dos meus defeitos
Só aprenda a conviver com esse e com milhares de outros 
Com o tempo descobrirá sozinha todos
Porque afinal e apesar de todos esses meus defeitos 
Eu também tenho qualidade...
A qualidade que é o de amar muito você.
Rafael-Mourão
Abraços e Beijos.
Blog-Rio-Sul

Um comentário:

  1. Isso é que é rasgar a alma e se desnudar de tudo. Uma declaração de amor e um amor declarado. Arrepiou da primeira a última linha Rafa. E depois de passar o êxtase e respirar fundo te convido a, querendo e se apetecer participar de uma brincadeira no meu Simplesmente Lindalva. Uma BC light, onde, se participando diante do que li agora vais emocionar. Grande beijo. Saúde e Paz, te espero na minha casinha :-) http://sereia-lindalva.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Postagens populares

.
.