Alzheimer tem cura?

Espero que consigam achar a cura para Alzheimer

Tenho fé e sem dúvida está sendo o primeiro passo para alcançar a cura, uma ótima notícia onde espero que ela avance cada vez mais e o mais rápido possível, isso sim é gratificante ler, saber e divulgar para que todos acreditem nessa possibilidade da cura dessas pessoas que são portadoras da doença de Alzheimer. 
Vejam. 
Doença de Alzheimer.
A doença de Alzheimer foi revertida pela primeira vez no Canadá e com sucesso de uma equipe de investigadores canadenses, da Universidade de Toronto, liderada por Andres Lozano ( um passo a mais para a cura), usou uma técnica de estimulação cerebral profunda, diretamente no cérebro de seis pacientes, conseguindo travar a doença Alzheimer, esse estudo vem publicado na «Annals of Neurology».

Em dois destes pacientes, a deterioração da área do cérebro associada à memória não só parou de encolher como voltou a crescer. Nos outros quatro, o processo de deterioração parou por completo.

Nos portadores de Alzheimer, a região do hipocampo é uma das primeiras a encolher. O centro de memória funciona nessa área cerebral, convertendo as memórias de curto prazo em memórias de longo prazo. Sendo assim, a degradação do hipocampo revela alguns dos primeiros sintomas da doença, como a perda de memória e a desorientação.

Imagens cerebrais revelam que o lobo temporal, onde está o hipocampo e o cingulado posterior, usam menos glicose do que o normal, sugerindo que estão desligadas e ambas têm um papel importante na memória.

Para tentar reverter esse quadro degenerativo, Lozano e sua equipa recorreram à estimulação cerebral – enviar impulsos elétricos para o cérebro através de eléctrodos implantados.

O grupo instalou os dispositivos perto do fórnix – um aglomerado de neurônios que enviam sinais para o hipocampo – dos pacientes diagnosticados com Alzheimer há pelo menos um ano. Os investigadores aplicaram pequenos impulsos eléctricos 130 vezes por segundo.

Testes realizados um ano depois mostram que a redução da glicose foi revertida nas seis pessoas. Esta descoberta pode levar a novos caminhos para tratamentos de Alzheimer, uma vez que é a primeira vez que foi revertida.

Os cientistas admitem, no entanto, que a técnica ainda não é conclusiva e que necessita de mais investigação. A equipa vai agora iniciar um novo teste que envolvem 50 pessoas. 

Eu acredito e tenho fé não somente nessa doença Alzheimer, mas que muitas outras devam alcançar a cura, isso me alegra, pois sinto que ainda tem gente do bem em busca de um bem maior para os outros. O de viver. 
Abraços e Beijos.
Blog Rio Sul

Comentários

  1. Que ótima notícia!!Também tenho fé Rafael!
    a paz,
    http://esposasintercessoras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi!!
    Essa doença ainda não tem cura, mas com tratamento a pessoa pode ter uma vida tranquila.
    Mas a ciência tem avançado muito e com certeza terá sua cura descoberta.
    Bjo

    ResponderExcluir
  3. É uma ótima notícia Rafa, esperamos que ela saia das pesquisas e venha combater essa terrível doença .. E que logo logo tenhamos a cura ...

    Bjos
    Minda ❤ 😍

    ResponderExcluir
  4. Já é um grande avanço com certeza, espero que em breve esteja nos tratamentos. Bjs

    ResponderExcluir
  5. Meu avô morreu com esta doença, já sem lembrar de ninguém da família. Foi muito triste, mas ao que parece é o preço a se pagar por termos vidas mais longas... Amei o post!
    bj

    ResponderExcluir
  6. É uma doença tão triste né? Ver pessoas que se esquecem de seus parentes queridos, vão vivendo no esquecimento, muito triste, só restam ser tratados com muita paciencia amor e carinho bjo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas